Agência do Trabalhador da Cultura seleciona 90% da equipe técnica do Festival de Teatro de Curitiba
22/03/2022 - 15:53

Não é todo mundo que percebe quantas pessoas são necessárias para fazer acontecer um espetáculo teatral. Se um cenógrafo pensa o cenário, alguém precisa pintá-lo e posicioná-lo corretamente. A iluminação não acontece sem o ajuste fino entre as varas e holofotes, além de muita gente subindo e descendo escadas. Sonoplastia pode mudar completamente como a peça é percebida e sem bilheteiros não há como saber quem deveria ou não estar ali na plateia.

Multiplique toda essa demanda de pessoal por 100 para se ter uma ideia da quantidade de profissionais que são necessários para que o Festival de Teatro de Curitiba aconteça. É onde entra em ação a Agência do Trabalhador da Cultura, o primeiro Posto Avançado da Agência do Trabalhador e criada a partir de um termo de cooperação técnica entre a Secretaria de Justiça, Trabalho e Família (SEJUF) e a Secretaria da Comunicação Social e da Cultura (SECC).

“O trabalho da Agência da Cultura foi uma excelente iniciativa. Ajudaram a escolher praticamente 90% da equipe com quem eu vou trabalhar”, destaca Mariana Zanette, produtora de montagem cenotécnica e responsável por selecionar muitos dos candidatos que vão botar a mão na massa no festival. Boa parte dos selecionados já possui algum contato com o dia a dia da Cultura em suas carreiras.

Ivana Santos Lima, de 44 anos, é artista plástica e trabalha com produção gráfica, cenografia e adereços para teatro e cinema. Ela teve que deixar sua área por conta da pandemia, mas está voltando aos poucos, e o Festival de Teatro de Curitiba é um marco. “Essa é a primeira vez que trabalho durante o Festival. Estou empolgada”, comenta.

Os perfis podem variar bastante, como é o caso de José Batista, marceneiro de 63 anos, que estava desempregado desde que desistiu do trabalho como taxista, em setembro passado, em razão do preço da gasolina. Ele havia trabalhado com o ator Danilo Avelleda em diversas montagens como “Diário de um Louco” e “Dom Quixote”.

Agora, José se sente preparado e motivado para voltar para os bastidores. “Montava cenário, fazia o som, fazia de tudo. Dentro do palco, qualquer coisa que tiver que fazer, eu faço. Colocar cortina, montar cenário, para a gente é tudo tranquilo. Quem trabalhou com isso já sabe como funciona”, conta.

“Tô pronto para o que der e vier! Afinal, the show must go on!”, brinca Marcelo Guerra Rausis, ator e técnico de 47 anos que se descobriu empresário ao longo da pandemia e vai trabalhar no evento como maquinista no Guairinha. “Serei responsável por instalar linóleo no piso do palco, instalação das pernas, cortinas e auxiliar na montagem do cenário das peças”.

Parceria
“Ações como estas aproximam os candidatos de oportunidades de trabalho efetivas para uma recolocação dentro da área cultural. Por isso, a parceria entre a ATC e o Festival de Teatro de Curitiba é tão importante e pode significar o retorno para muitos dos profissionais afetados pela pandemia”, diz Raphael Dotto, gestor da Agência do Trabalhador da Cultura.

Além disso, segundo Mariana Zanette, a iniciativa ajudou a renovar os quadros de trabalho. “Foi muito importante porque pudemos conhecer novas pessoas que estão interessadas, que estão precisando de emprego, de trabalho, e a gente conseguiu formar um time bem bacana para este Festival de Teatro de Curitiba”, afirma.

A disponibilização das vagas no Festival de Teatro de Curitiba é apenas o começo para a Agência, que foi lançada em novembro de 2021. “Novas parcerias com produtores e agentes culturais estão sendo desenvolvidas para viabilizar um número expressivo de oferta de vagas para nossos trabalhadores”, revela Dotto.

Empresas de variados setores podem anunciar suas vagas na ATC. Artistas, técnicos e trabalhadores (as) das diversas áreas das artes e da Cultura podem – e devem – se cadastrar. Novos postos de trabalho são comunicados semanalmente canais da Agência, principalmente na conta do Instagram @cultura_paraná. O serviço é gratuito.

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato pelo telefone ou WhatsApp (41) 3321-4743.

Serviço:
Agência do Trabalhador da Cultura – Rua Saldanha Marinho, 240, Centro – Curitiba
E-mail: agenciacultura@secc.pr.gov.br
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 9 horas às 17 horas